Palavras de Outros
Palavras de Outros
Início
Contactos
Outras Palavras

Últimos tópicos:
Ternura
O Teu Olhar...
Domínio
Ausência
Alguém Assim...



“Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona...Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação!!!"

Veja os últimos 5 tópicos:

Ternura ---->


Desvio dos teus ombros o lençol
que é feito de ternura amarrotada,
da frescura que vem depois do Sol,
quando depois do Sol não vem mais nada...

Olho a roupa no chão: que tempestade!
há restos de ternura pelo meio,
como vultos perdidos na cidade
em que uma tempestade sobreveio...

Começas a vestir-te, lentamente,
e é ternura também que vou vestindo,
para enfrentar lá fora aquela gente
que da nossa ternura anda sorrindo...

Mas ninguém sonha a pressa com que nós
a despimos assim que estamos sós!

David Mourão Ferreira

O Teu Olhar... ---->


Não mais que desejar,
Assim, seria belo descrever
O que visualizam os meus olhos
Quando encontram o teu olhar!...
E nesse encontro,
Não mais que descrever,
Seria poder experimentar
Essa fascinante magia
Que se irradia em meus olhos
Quando encontram teu olhar!...
E percorrer seus enlevos
E rebelar-me em carinhos,
Ou poder, simplesmente,
Teu rosto,
Com os dedos acariciar...
E os teus lábios,
Bem no cantinho,
Com os meus lábios tocar...
O quanto isso seria bom...
E até sonhar!
Se os teus olhos e os meus
Pudessem se encontrar
Num só olhar!...
Num só encontro!...

Lúcia Leite

Domínio ---->


Gostaria de ter forças para dizer não
Dizer que não serei mais sua
E não sucumbir ao desejo
Mas quando penso em seu olhar
Nas suas mãos a me tocar
Percebo que cederei aos seus beijos
Ai...Como dói não saber do amanhã
Como lateja o sofrimento
E o corpo desnorteado
Segue sem rumo
Numa vida que sem seu toque
Não tem sentido
Como dominar a compulsão?
Que roubou a minha razão
E me jogou na sua vida
Nua
É despida de pudores
Que sou sua
Tantas quantas forem as suas ligações
Que sentimento é esse?
Que me deixou cega
E perdida
Que me roubou o ar
Fez-me bandida
Uma mulher que só sabe te amar!

Letícia Marques

Ausência ---->


Quero dizer-te uma coisa simples: a tua
ausência dói-me. Refiro-me a essa dor que não
magoa, que se limita à alma; mas que não deixa,
por isso, de deixar alguns sinais - um peso
nos olhos, no lugar da tua imagem, e
um vazio nas mãos, como se as tuas mãos lhes
tivessem roubado o tacto. São estas as formas
do amor, podia dizer-te; e acrescentar que
as coisas simples também podem ser
complicadas, quando nos damos conta da
diferença entre o sonho e a realidade. Porém,
é o sonho que me traz a tua memória; e a
realidade aproxima-te de ti, agora que
os dias correm mais depressa, e as palavras
ficam presas numa refracção de instantes,
quando a tua voz me chama de dentro de
mim - e me faz responder-te uma coisa simples,
como dizer que a tua ausência me dói.

Nuno Júdice

Alguém Assim... ---->


Será onde se encontra
Alguém que venha para mim
Que seja só meu e me faça ser só dele
Alguém que me ame
E queira ser amado
Que se entregue por completo
Sem cobranças
Receios ou medo
Alguém que me queira
Do meu jeito
Meio sonhadora
Meio maluca
Meio poeta
Alguém que seja
Alegre
Meio louco
Meio intelectual
Meio criança
Alguém que tenha
Amor pela vida
Que aprecie o som de uma música
Que goste de ler
Que ame o sol
Que adore a lua
Que goste do cheiro de terra molhada
Que se molhe comigo na chuva
E ache graça de si mesmo
Alguém que possa
Me fazer chorar de alegria
Me fazer sorrir de prazer
Que sorria e chore comigo
Que descubra a mulher em mim
Que seja simples
Humano
Amigo
Será onde se encontra
Alguém assim?

Angela Bretas




Por aqui passaram:


>BR>
 

Crie o seu Site Grátis!       Create your Free Website! Sites Grátis no Comunidades.net